DESAFIOS, POSSIBILIDADES E PERSPECTIVAS DA INSERÇÃO DAS LUTAS NO PLANEJAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Fernando Ferreira da Silva

DOI:

https://doi.org/10.29327/232022.1.4-2

Palavras-chave:

Lutas, Educação Física;, Diretriz Curricular.

Resumo

Ensinar luta nos espaços escolares possui o objetivo de informar aos educandos como controlar a mente para não usar a violência, ou seja, que estes percebam que tal prática deve servir para lazer e autodefesa; caso contrário, poderão colocar-se em risco. Assim, o presente artigo tem o intuito de compreender como as lutas podem se materializar de forma mais efetiva nas aulas de Educação Física na rede escolar do município de Armação dos Búzios no Rio de Janeiro/BR. O problema que fomentou essa investigação partiu da percepção, em momentos não monitorados de que, embora as lutas façam parte das diretrizes curriculares propostas para o ensino de Educação Física ao longo da Educação Básica, não se apresentam de forma efetiva nas aulas dessa disciplina, sendo substituídas por modalidades, como por exemplo, futebol, basquete e vôlei. Espera-se dar mais visibilidade às lutas, considerando-as ferramentas essenciais para a formação dos educandos.

Biografia do Autor

Fernando Ferreira da Silva

Mestrando em Ciências da Educação pela Universidad Interamericana – PY. Graduado no curso de licenciatura plena em educação física (técnico em desportos), pela Universidade Salgado de Oliveira - UNIVERSO em 2003, Pós-Graduado no curso de Pós-graduação Lato sensu em nível de Especialização em educação física escolar na área de ciências da saúde pela Faculdade da Região dos Lagos - FERLAGOS - 2005.

Referências

ALMEIDA, A. C. P. C. de; SHIGUNOV, V. A atividade Lúdica Infantil e suas Possibilidades. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 11, n. 1, p. 69-76, 2000.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Educação Física / Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC / SEF, 1998. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/fisica.pdf. Acesso em 04 de jan. de 2021.

BRASIL. Senado Federal. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: nº 9394/96. Brasília: 1996.

BREDA, M.; GALATTI, L.; SCAGLIA, A. J.; PAES, R. R. Pedagogia do esporte aplicada às lutas. São Paulo, Phorte, 2010.

DARIDO, S. C. Educação Física na escola: questões e reflexões. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.

FERREIRA, H. S. As lutas na Educação Física escolar. Rev. de Ed. Física, Nº 135, p.36-44, nov. 2006.

GOMES, M. S. P. Procedimentos pedagógicos para o ensino das lutas: contextos e possibilidades. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual De Campinas, Campinas. 119p. 2008.

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. 7. ed. Ijuí: Unijuí, 2006.

MATTOS, M. G. de. Educação Física infantil: construindo o movimento na escola. 7. Ed. São Paulo: Ágora, 220p. 2000.

MAZINI FILHO, M. L.; SIMÕES, M. R.; VENTURINI, G. R. O.; SAVÓIA, R. P.; MATTOS, D. G.; AIDAR, F. J.; COSTA, S. P. O ensino de lutas nas aulas de educação física escolar. Cinergis, Santa Cruz do Sul, v. 15, n. 4, p. 176-81, 2014.

MOCARZEL, R. C. da S. Artes marciais e jovens: violência ou valores educacionais? Um estudo de caso de um estilo de Kung-fu / Rafael Carvalho da Silva Mocarzel. – Niterói, 108p. 2011. PREYER, C. T. Educação física escolar: a importância da diversificação no ensino de seus conteúdos. Campinas, 2000. Disponível em: www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?view=000330320. Acesso em: 05 de jan. de 2021.

RUFINO, L. G.; DARIDO, S. C. O ensino das lutas nas aulas de educação física: análise da prática pedagógica à luz de especialistas, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/refuem/v26n4/1983-3083-refuem-26-04-00505.pdf Acesso em: 02 de jan. de 2021. SAVIANI, D. Sentido da pedagogia e o papel do pedagogo. Revista ANDE, São Paulo, nº 9, p. 27-28, 1985. SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. São Paulo: Cortez, 1992.

TORRES, L. R. Propostas pedagógicas para o ensino de lutas em escolas: uma visão sobre o universo do Kung Fu. Revista Digital. Buenos Aires, Ano 15, nº 147, 2010. VERTONGHEN, J. The social-psychological outcomes of martial arts practice among youth: A review. Journal of Sports Science and Medicine. n.9, p.528-537, 2010.

Downloads

Publicado

2021-05-27

Como Citar

SILVA, F. F. da. DESAFIOS, POSSIBILIDADES E PERSPECTIVAS DA INSERÇÃO DAS LUTAS NO PLANEJAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Revista Científica FESA, [S. l.], v. 1, n. 4, p. 20–32, 2021. DOI: 10.29327/232022.1.4-2. Disponível em: https://revistafesa.com/index.php/fesa/article/view/35. Acesso em: 5 dez. 2022.