EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EM TEMPOS DE PANDEMIA:

ANÁLISE DOS REFLEXOS DO ENSINO REMOTO NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO

Autores

  • Cirlei Mota Trajano

DOI:

https://doi.org/10.29327/232022.1.9-1

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos, Ensino Remoto, PEJA.

Resumo

Apesar do grande contingente de jovens e adultos analfabetos no Brasil, as políticas públicas voltadas exclusivamente para a modalidade não conseguem incluir esses sujeitos de forma satisfatória na sociedade. Em tempos de emergência e distanciamento social, o impacto na educação desses indivíduos pode ser desastroso. A partir disso, o objetivo deste artigo é analisar de que forma as ações de Ensino Remoto da prefeitura do Rio de Janeiro refletem na educação de jovens e adultos das escolas públicas do município no período de distanciamento social. Inicia-se o texto, fazendo uma breve reflexão sobre as principais políticas públicas que norteiam a modalidade, dando ênfase ao Projeto de Educação de Jovens e Adultos, implementado no município do Rio de Janeiro em 2005 e vigente até os dias atuais. Parte-se depois para uma reflexão acerca do uso das tecnologias da informação e comunicação, discorrendo acima de tudo sobre o Ensino Remoto e seus reflexos na Educação de Jovens e Adultos. Por fim, faz-se uma análise dos efeitos do Ensino Remoto para esse público, a partir das percepções dos professores que lecionam na modalidade. Os resultados obtidos permitem afirmar que o Ensino Remoto contribui para reforçar a exclusão social dos alunos dessa modalidade, uma vez que não leva em conta as especificidades desses sujeitos.

Biografia do Autor

Cirlei Mota Trajano

Doutoranda em Ciências da Educação pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Mestre em Língua Portuguesa pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2018). Atualmente é professora titular de língua portuguesa da Prefeitura Municipal de Angra dos Reis e professora titular de língua portuguesa da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. 

Referências

BRASIL. Decreto n. 2494/98, de 10 de fevereiro de 1998. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e dá outras providências Bra-sília: Diário Oficial [da] União. Disponível em: http://www4.planalto.gov.br/legislacao/. Acessado em mar., 2020.

______. Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, Brasília: Diário Oficial [da] União. Disponível em: http://www4.planalto.gov.br/legislacao/. Acessado jan., 2020.

¬______. Decreto n. 9465/19, de 02 de janeiro de 2019. Aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e das Funções de Confiança do Ministério da Educação. Brasília: Diário Oficial [da] União. Disponível em: http://www4.planalto.gov.br/legislacao/. Acessado em dez., 2020.

______. Emenda Constitucional nº 95, de 15 de dezembro de 2016. Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal, e dá outras providências, Brasília: Diário Oficial [da] União. Disponível em: http://www4.planalto.gov.br/legislacao/. Acessado em jan., 2020.

______. Parecer CEB11/2000 - Diretrizes curriculares nacionais para a educação de jovens e adultos. Brasília: Diário Oficial [da] União. Disponível em: http://www4.planalto.gov.br/legislacao/. Acessado em jan., 2020.

______. Parecer CNE/CP nº 5/2020, de 28 de abril de 2020 - Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Brasília: Diário Oficial [da] União. Disponí-vel em: http://www4.planalto.gov.br/legislacao/. Acessado em abr., 2020.

______. Plano Nacional de Educação 2001-2010. In Lei n. 10.172, de 09 de janeiro de 2001, Aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial [da] União. Disponível em: http://www4.planalto.gov.br/legislacao/. Acessado em jan., 2020.

______. Plano Nacional de Educação 2014-2024. In Lei no 13.005, de 25 de junho de 2014, Aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial [da] União. Disponível em: http://www4.planalto.gov.br/legislacao/. Acessado em jan., 2020.

______. Resolução CNE/CEB Nº 1, de 5 de julho de 2000. Diretrizes curricu-lares nacionais para a educação de jovens e adultos. Brasília: Diário Oficial [da] União. Disponível em: http://www4.planalto.gov.br/legislacao/. Acessado em jan., 2020.

CAVALLIERE, F.; LOPES, G.P. Índice de Desenvolvimento Social - IDS: Comparando as realidades microurbanas da Cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos da Prefeitura do Rio de Janeiro, 2008.

FÁVERO, O.; ANDRADE, E.R.; BRENNER, A.K. Programa de Educação de Jovens e Adultos (PEJA). In: HADDAD, Sérgio. Novos caminhos em Educa-ção de Jovens e Adultos – EJA. São Paulo: Global, 2007.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. (42.ª ed.). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

_______. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2009.

GADOTTI, M.; ABRÃO, P. (Org.). Paulo Freire, anistiado político brasileiro. São Paulo: Editora e Livraria Instituto Paulo Freire, 2012.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua). Brasil: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2018a. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/. Aces-sado em fev., 2020.

______. Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Trabalho e Rendimento, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua 2017-2018. Brasil: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2018b. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/. Acessado em mar. 2020.

______. Síntese de Indicadores Sociais: Uma análise das condições de vida da população brasileira 2018. Brasil: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatís-tica, 2018c. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/. Acessado em mar., 2020.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Censo Escolar da Educação Básica 2018: notas estatísticas. Brasília: INEP

HADDAD, S. Dossiê – Paulo Freire. O Legado Global. Política, Educação, Educação e Atualidade do Pensamento Freiriano, 27. mai. 2019. (e214048), 35. https://doi.org/10.1590/0102-4698214048

______. A educação continuada e as políticas públicas no Brasil. p. 27-38. In: Revista Brasileira de Educação. v. 1, n. 0. Rio de Janeiro: ANPED, 2007.

LEMOS, A. G. de. Despeja na EJA: reflexões acerca da migração perversa de jovens para o peja no município do Rio de janeiro (Dissertação de Mes-trado). Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Bra-sil, 2017. Recuperado 1 de fevereiro de 2020.

MACHADO, M. M. A educação de jovens e adultos Após 20 vinte anos da Lei no 9.394, de 1996. 20 anos de LDB, v. 10, n. 19, p. 429-45, 2017. https://doi.org/10.22420/rde.v10i19.687.

MORAN, J. M. O que é Educação a Distância? Informe de CEAD - Centro de Educação a Distância, ano 1, n. 5, p. 1-3, Out. 1994, atualizado em 2002. Rio de Janeiro: SENAI, 2002. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2013/12/dist.pdf. Acesso em: 10 de jun. 2020.

_______. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. Campinas: Editora Papirus Editora, 2003.

MOTTA, V.C.; FRIGOTTO, G. Por que a urgência da reforma do Ensino Médio. Campinas: Revista Educação e Sociedade, n. 38. p. 355-72, 2017. https://doi.org/10.1590/es0101-73302017176606

RIO DE JANEIRO. Prefeitura do Rio de Janeiro. Documentos norteadores do PEJA. Rio de Janeiro: Equipe da Gerência de Educação de Jovens e Adultos, 2017. Disponível em: http://antigo.rioeduca.net/rioeduca/BLOG%20PROFESSORES/PEJA/Documentos%20Norteadores%20%20do%20PEJA%202017.pdf. Acessado em fev., 2020.

SANTOS, J. D. A; ROSA, A. C.; MELO, A. K. D. O Uso Das Tecnologias Na Educação de Jovens e Adultos: Reflexões Sobre Um Relato De Experiência. In Infoinclusão: possibilidades de ensinar e aprender, 3º Simpósio de Educação e Comunicação – Edição Internacional. Sergipe: Interfaces Científicas - Educa-ção /UNIT, 2012.

Downloads

Publicado

2021-11-12

Como Citar

TRAJANO, C. M. EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EM TEMPOS DE PANDEMIA: : ANÁLISE DOS REFLEXOS DO ENSINO REMOTO NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO. Revista Científica FESA, [S. l.], v. 1, n. 9, p. 3–24, 2021. DOI: 10.29327/232022.1.9-1. Disponível em: https://revistafesa.com/index.php/fesa/article/view/90. Acesso em: 5 dez. 2022.